POR QUE CREMOS NA BÍBLIA?

Se alguém te interrompesse enquanto  você caminha na rua e te fizesse esta pergunta, como seria a sua resposta?

É difícil encontrar pessoas que se interessem por assuntos que envolva a bíblia sagrada, mas saiba que a Palavra de Deus registra o seguinte versículo: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” (2 Timóteo 2:15), esse versículo traz consigo um grande conselho para nós cristão (principalmente obreiros), saber manejar a palavra de Deus é de extrema importância em nossas vidas, e a única maneira de maneja-la bem é estudando-a.
      Voltando ao assunto  responder esta questão feita no título desse artigo  pode ser difícil a muitas pessoas (está ai a importância de manejar bem a Palavra de Deus), principalmente para jovens e novos convertidos que ainda estão iniciando uma experiência mais profunda com Deus, mas sabemos com certeza que existe uma resposta muito lógica para isso, mas qual?  Pois bem, podemos citar várias respostas simples e óbvias, como por exemplo,  podemos dizer que cremos na bíblia, pois tudo o que nela está escrito se cumprido em nossas vidas e no mundo em que vivemos,  mas é só por causa disso que você crê na Bíblia Sagrada? Não existe algo mais Lógico? Claro que sim, e quando se estuda a Bíblia  é  muito mais fácil responder a questões como essa. Vamos à resposta!
A Bíblia foi escrita por 44 autores inspirados por Deus, sendo eles de diferentes classes sociais, por exemplo, Moisés foi príncipe e legislador além de ser um grande general; Davi e Salomão foram Reis e Poetas; Pedro, Tiago e João eram pescadores; Zacarias e Jeremias sarcedotes e profetas; Amós era um homem do campo, entre outros, ou seja, cada autor tinha uma faculdade mental e pensamentos distintos, eles também escreveram as escrituras em tempos e em condições emocionais completamente diferentes,  podemos perceber isso,  pois partes das Espítolas do Apóstolo  Paulo foram escritas enquanto ele estava na prisão, já Davi nas verdes colinas dos campos, ou seja, através desses argumentos vemos que não havia uniformidade alguma nas condições em que escreviam, pois também escreviam em circunstâncias emocionais diferentes, como por exemplo, Davi escreveu maior parte da sua obra no calor das guerras, já Salomão na calma. Agora com todos esses argumentos  chegamos a algumas conclusões:
Apesar de ser escrita por pessoas de tempos, classes sociais, circunstâncias  e condições muitas vezes  diferentes, se formos ler a Bíblia por inteira vamos concluir que ela trás consigo em todos os seus 66 livros os mesmos princípios, as mesmas regras  e  o mesmo tema central (Jesus), ou seja, a Bíblia se encaixa em uma mesma história, apesar de autores diferentes que muito deles nem chegaram a se conhecer. Agora surge outra pergunta: Seria possível  44 escritores que moravam em regiões diferentes, com faculdade mentais diferentes, em gerações diferentes, sem instrumentos de comunicação como temos hoje,  alguns nos momento de tristezas e outros em momento de felicidades escreverem uma única história que se encaixa harmoniosamente, sabendo que a maioria deles não se conheceram? É algo sem sombra de dúvidas extraordinário e maravilhoso!!! Através disso entendemos que  a Bíblia foi escrita por diversos autores, mas inspiradas por somente uma mente, a mente de Deus, que conheceu todos os escritores, fazendo com que todos escrevessem em uma só “língua”.
     O seguinte trecho citado neste artigo foi retirado da 1ª Apostila do curso de Teologia Básico da EETAD, para complementar nosso estudo:
“Suponhamos que em uma determinada cidade um edifício viesse a ser construído com pedras a serem preparadas em várias partes do Brasil. Ao serem colocadas, encaixavam-se perfeitamente na construção, satisfazendo todos os detalhes e requisitos da planta. Que diríamos se tal de fato acontecesse? Que apenas um arquiteto dirigira os operários nas diversas pedreiras, dando minuciosas instruções  a cada um. É o caso da Bíblia – O Templo da Verdade de Deus. As “pedras” foram preparadas em tempos e lugares os mais remotos, mas, ao serem justapostas, combinaram-se perfeitamente porque, atrás de cada elemento humano, estava em operação a mente infinita de Deus…”
Termino este estudo dizendo que a Fé na Bíblia Sagrada, é a maior força de qualquer pessoa em todas as áreas de sua Vida!!!
Desejais ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado  crescimento para salvação (1Pedro 2.2)
Escrito por Pb. Cleyton Tosetti

Reservar Bilhetes?